terça-feira, 2 de novembro de 2010

4 Sendo...

              Os Cabelos estão em desalinho e sai de casa sem maquiagem. Visto a blusa que deforma as formas, bebo e falo palavrões, não como se fosse um homem, mas como uma mulher que não está jogando charme. Uma mulher disposta a entender, esquecer, lembrar e viver.
Devoro os pães, a carne e a bebida. Sinto o gosto. Ouço as risadas barulhentas. Dou meus gritos histéricos de euforia, incompreensão, felicidade, estranheza...
Como brigadeiro direto do prato, e as calorias não me importam. Estou vestindo a blusa de um amigo, escondida na pele do meu amado, o que mais pode importar?
Pipoca com nescau! Sim, isso me importa.
Related Posts with Thumbnails