sábado, 28 de novembro de 2009

10 E Deus disse, desce e arrasa!

Hoje fazem 24, do meu dia 28.
Ai eu que sempre achei que sou a vergonha da minha família e a queridinha dos meus amigos me surpreendo.
O telefone tocou menos do que nos 23. Mas a sinceridade das palavras me tocou mais do que em qualquer ano.
24 e minha mãe diz: "Nunca vi as estrelas saudarem o nascimento de um bebê como saudaram a sua chegada"
24 e meu paidrasto escreveu: "tu fostes o primeiro amor, eu ja te adorava mesmo antes de conhecer a mamae, teus dias serão repletos de muita prosperidade, amor e amizade disso eu tenho certeza pois foi Deus quem te enviou a nós , familares e amigos ainda lembro a frase, "o pai ta de papato novo". filha tenho orgulho da pessoa que te tornaste parabens minha menininha te amo .pai"
24 e eu tô aqui, chorando feito um bebê.

Foi num 28 que Deus disse desce e arrasa.
E fazem 24 que eu cumpro o que me foi profetizado num 28. To arrasando, fazer o quê?

A estrelinha da mamãe, a menininha do papai, a De do Maelzinho, a Mãe do Rafa e do Nick e a Deise do salão hahaha.

E hoje, nada no mundo tira o sorrisão bobo e novo da minha cara.

=**
Aceito presentes, e-mails, recadinhos no orkut, twittadas especiais e msg do celular sem moderação! =)

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

6 Repertório de Shopping fode com o meu saco

Talvez, se eu fosse homem, achasse isso bem legal. Mas como saco é utilizado no sentido de paciência (afinal, é o único tipo de saco que eu tenho) não é nada, nada legal.
Esses dias descobri que no sagrado condomínio do mês é pago um salário para uma nutricionista que eu nunca vi, não conheço e nem sei se existe(deve ser aquelas funcionárias fantasmas saca?). E pensei: Mais bem empregado seria pagar um Dj que colocasse umas músicas mais pop, e que variasse um pouco os sons. Porque eles devem dar play na mesma lista de canções todos os dias e nelas inclui até uma música do Calypso, e uma música que eu não sei quem canta, mas é a versão nacional daquela "Rauuuuul".
Em novembro e dezembro o que já era ruim, fica ainda pior.
Aliás, alguém sabe o que "Sambalalê" tem haver com Natal?
Eu sou uma pessoa legal, paciente, boazinha mas não venha me enxer o saco com "Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel" e outras coisas parecidas durante oito horas por dia. Gentem, que apelação!
Não que eu não goste de natal. Sou o tipo de pateta que acha que todo mundo fica mais feliz quando vê as luzes que acendem, apagam, acendem, apagam. Deliro com as arvores e aqueles enfeitezinhos que lembram a fábrica de brinquedos do papai noel e até acho que as pessoas ficam mais boazinhas nessa época do ano.
Mas as musiquinhas de natal, me fazem quase mudar de idéia.
Já imagino as manchetes de 26 de dezembro: D.A.D, 24 anos (porque depois sábado, vai ser 24!) é acusada de ter espancado o bom velhinho. Testemunhas dizem que enquanto praticava o ato, a jovem cantava "jingle bells" e sorria de modo estranho. Até agora ela não prestou depoimento pois estava trancada no shopping onde trabalha feito rena em véspera de Natal.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

6 Portão eletrônico

Sempre sonhei em ter um portão eletrônico, porque eu achava muito chique quando eu ia na casa das minhas tias ricas e os meus primos melequentos não precisavam descer do carro pra abrir portão. Porque lá em casa era assim;o pai parava o carro e já ia intimando Deise CORRE e vai abrir o portão. Nunca era meu irmão empalamado, porque ele sempre tava empalamado e era o bebezinho da casa (até hoje com 21 anos),sempre eu que tinha que abrir a porta da frente do chevette, me torcer em cima do banco e com minhas dificuldades em ficar em cima de minhas próprias pernas, correr para abrir o portão era algo praticamente impossível, ou resultante em joelhos ralados.
E então, agora que eu sou uma empresária (eô eô) e que o dólar ta em baixa (e o que o dólar tem com isso???) eu moro numa casa que tem um lindo portão eletrônico. E acho um saco.
A gente enfia o controle no cu nariz e as pessoas ficam feito desesperadas gritando no portão, buzinando como se o mundo fosse acabar. Calma gentem, é só em 2012!
Ou então, eu quero fugir de casa porque tô de TPM,e ai meu marido esconde o controle só para me ver tentando pular a cerca.
E tem também os dias que saio de casa pra voltar de madrugada e não queria dizer pro marido que hora eu to chegando, ai ele desliga o portão da tomada me obrigando a ter que telefonar pra ele depois que venho da putaria do trabalho.
Então, vem os dias de chuva, e confortavelmente eu abro o portão sem descer do carro, e fico feliz de novo com o meu brinquedo eletrônico (Não esse PutzCri... Sei bem o que pensaram!) e paro de reclamar.
Quando o cachorro prende a cabeça no portão eletrônico eu também fico feliz, meu lado sádico grita nessa hora.haha
Related Posts with Thumbnails