quarta-feira, 5 de junho de 2013

Estou aqui, contando pra alguém que me perguntou por você, quem você é.
E contado as coisas boas que já fizemos juntos e dos planos que você tem pra sua vida, e pensando nas coisas que ainda quero fazer junto contigo.
Deu saudade das baladas muito loucas, das risadas infinitas. Saudade de te dizer "Para o carro que eu vou vomitar".
Me lembrei de você, segurando o meu cabelo (Não de um jeito sexy, pq vc não me trata de jeito sexy, apesar de eu achar você sensualíssimo) e rindo da minha bebedeira. Lembrei de você, rindo da minha história da viagem que não deu certo. Lembrei de você, dizendo pros gatinhos na balada que eu era sua irmã.
Acho que eu gostaria de ser tua irmã. Acho que eu gostaria de estar na tua vida de qualquer forma,e quanto mais íntima for essa forma, melhor.
Deu uma vontade de te abraçar, de te entregar mais um pedaço da minha vida, para que você faça dela um pedaço feliz, como fez tantas vezes.
Obrigada pelos empréstimos. Desculpe por nunca te pagar uma cerveja cara. Desculpe por não te convidar para algumas coisas...
Me desculpe por não ter nada que efetivamente possa importar nesse momento.

Lembrei de você rindo das coisas que eu escrevo, e decidi: Você não vai ler esse texto. Pelo menos, não enquanto não estiver tomado umas geladas.
Related Posts with Thumbnails