domingo, 4 de outubro de 2009

4 O mundo é bão, Sebastião?

Quando eu tinha doze anos descobri: Eu não sou desse lugar!

Decidi me dedicar a vida cristã, queria ser freira. (Sim, eu sei que seria um desperdício de energia sexual e de peitos pra fora, mas a ideia era me proteger de tudo de ruim que eu sabia que aconteceria). Lembro bem que o que eu pensava era: Eu não posso sobreviver no meio de tanta gente ruim.
Não que me julgue melhor do que você, nobre leitor! Mas eu não compreendia (compreendo) como as pessoas podem ser tão ruins, falsas e inoportunas. Sou uma Poliana Retardada que acredita que pessoas podem ser transformadas, e que toda essa dor e angustia que estou sentindo não passa de fruto de uma imaginação que não descansa. Mas bem na verdade, hoje eu tô na merda! #prontofalei!
Quando eu tinha doze anos, decidi que seria freira, mas algo mudou minha vontade (Não, não foi masturbação!) Eu descobri que sim, poderiam existir pessoas bonitas, boas e com a mesma vontade de mudar o mundo que eu tinha. Decidi que dedicar meus sentimentos aos meus amigos, e aos seres bons que me rodeiam pudesse ser melhor do que viver sem sexo liberdade. E foi nisso que eu me transformei: Numa Poliana retardada que fica esperando o melhor e só se ferra.
Andando tão na linha que o trem ta quase atropelando, dedicando o que tenho de melhor e mais bonito aos escolhidos, abdicando de desejos, de sonhos e de projetos para ser exatamente o que os outros esperam que eu seja (E não, não uma freira, uma santa, uma diva...apenas uma mulherzinha sem cérebro) Tendo que fazer coisas chatas, aturar gente chata, e viver de modo morno esperando que tudo vá passar.
Mas mesmo sendo uma Poliana Retardada, no fundo eu sei. Não vai!
Ai eu choro, esbravejo e ainda tenho que ouvir que sou uma pessoa ruim. Não, eu não sou alguém ruim. Não sou perfeita, talvez não seja boa o suficiente, mas eu não sou uma pessoa ruim.
Talvez eu me transforme... Naquelas coisas todas que todo mundo é: egoísta, malvada e impetuosa. Talvez eu me esqueça que o Amor supera tudo, Talvez eu seja exatamente como querem que eu seja. Uma retardada, gorda, mal amada e mal humorada.
Talvez eu durma e esqueça tudo isso.
Talvez eu nunca esqueça.
E o que eu mais gosto da dor, é que me deixa com vontade de mudar o mundo. Como eu queria fazer, desde os doze anos.

4 comentários:

T1460 disse...

Eu queria mudar o mundo aos 14 anos, mas não em um convento. Era, na verdade, algo mais próximo do "mundo", onde efetivamente algumas coisas precisavam mudar. Hoje em dia, quase tudo o que eu queria já mudou, e perdi minha parte nessa história. Agora preciso arrumar outro objetivo na vida.

E também estou ferrado, caso sirva de consolo. Não, nunca serve!

Ricardo Chicuta. disse...

Olha,eu achei que era só eu,mas pelo visto é um surto de pessoas sacaneadas.E o pior é que dói e demora pra passar.

PutzGraça!!! disse...

Ô Deise, lemos e relemos o post e sobrou uma dúvida. Não entendemos o lance da masturbação. Não, porque, a gente tá pensanto até numa enquete. Tipo "Você, punheiteiro por vocação, também concorda com Jôchamaeu e acha que é a punheta que muda o mundo?"

Anônimo disse...

O fato é que mais dia, menos dia, as pessoas nos decepcionam e, muitas vezes, isso ocorre porque depositamos muita confiança nelas...porque acreditamos! Por isso o tão bem vindo ""Manter um pé atrás!" (Ou quem sabe, dois?).
Ser bom, agradável nunca foi um jeito de mudar as pessoas...elas são falhas! É preciso ser justo, ser justo com nós mesmos e depois com as pessoas...só consigo ser feliz assim!
Quando eu era criança queria fazer alguma diferença no mundo, mas não sei ao certo se desejava mudá-lo! Talvez o nosso alcance para mudanças, atinja os que estão a nossa volta, contribuir com o que temos a oferecer e o que podemos...eis, talvez uma forma de mudar o mundo...ainda que este mundo se limite a poucos números...

Um abração!!

Se preocupe em ser algo além das expectativas alheias...supere apenas as suas!Já que nunca seremos bons o suficiente, por que nos cobrar tanto para agradar????

Postar um comentário

Oi? Você vem sempre aqui?

Related Posts with Thumbnails