sábado, 16 de janeiro de 2010

8 Um tempo pro ócio

Eu nunca digo "não" para as pessoas. Não recuso convite pra festa, velório, choppinho, almocinho, café. Eu sempre estou ali, ou lá. Menos quando para estar ali eu precise não estar lá. Eu nunca uso o argumento de que "trabalho demais", "meus filhos me deixam exausta", "meu marido não gosta que eu saia sozinha". Eu nunca argumento; eu só vou.
E de repente, eu simplesmente não posso ir a lugar nenhum. Amarrada na cama ou na cadeira do PC (e isso não faz parte de nenhum joguinho sexual) e curtindo o tempo que eu tenho para não fazer nada.
Eu posso rir e chorar com os livros e filmes que eu quiser, e posso dormir depois do almoço e se alguém me convida pra fazer alguma coisa, eu digo não sem culpa e com desculpa.
To curtindo o ócio sem culpa, mas com medo. Se eu quero, eu faço. Senão quero, não faço. Simples assim.
Durmo o tanto que preciso, e se eu acordo cedo, ponho um DVD pra dormir assistindo. Quando acordo tarde, almoço e escolho um livro pra ler e durmo de novo.
Assisto sessão da tarde e novela. Descubro novas funções do meu celular. Converso com amigos no msn. Twito todas as bobagens que tenho vontade. E tenho tempo.
Eu tô abusada de não ver gente interessante, de não ter nada pra postar no blog, mas tô aproveitando esse tempo com cara de doente para repor energia e aprender que se eu não for trabalhar, ninguém morre e que se eu não for pra uma festa, ainda assim ela vai acontecer.
Bem na verdade não gosto disso. Prefiro pensar que se eu não estiver o mundo não tem graça e minha chefe não ganha dinheiro. Prefiro pensar que meus filhos também tem saudades de mim, e que meu marido tá super estressado com a dupla jornada. Eu prefiro pensar que eu não tenho tempo para o ócio, mesmo quando tenho.
Eu prefiro pensar que faço falta e não quero ter tempo para descobrir que não.
Agora eu vou assistir um filme mulherzinha, porque tento tempo.
Que medo!

8 comentários:

PutzGraça!!! disse...

Assiste o Assasinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford. Tem gente aqui dizendo que é o melhor filme do mundo. Depois tu diz.

Ricardo Chicuta. disse...

E aproveita bem,né?! Que depois começa tudo de novo.E não segue a dica do Putz,esse filme que ele indicou aí é péssimo.

meus instantes e momentos disse...

gostei daqui.
ótimo texto.
Um feliz domingo pra vc....
Maurizio

Vitinhobinho disse...

Bom dia. Adorei o Blog e sua forma de se expressar. Da uma passada no meu blog e comenta la http://vitinhobinho.blogspot.com/

Luciana disse...

Ei,aproveita boba!
Logo,logo tudo volta ao normal.So que com uma diferença:barriguinha hiper,mega,mastar,blaster,ultra,gold,linda!KKKKKKKKK
Bjk

graziela disse...

tu, hein!

Nem em repouso tu é normal...
E não tema: nunca vai sê-lo!

(lembrando que ser anormal nas escolhas é uma coisa para se comemorar)

Kellen Rodrigues disse...

Tua chefe deve estar falindo.
As festas acontecem, mas não tem a mesma graça.
E teu marido vai querer recompensa, pode preparar. O que vc tava dizendo sobre joguinhos mesmo? rs

Aproveita o ócio, guria. Sem culpa, sem medo. Chama no msn quando quiser e bloga todas as bobagens que tu pensar. A gente tá aqui pra isso.

Mi disse...

Me chama sempre no msn para falar coisas boas \o/

E aproveita, porque não é sempre...

Postar um comentário

Oi? Você vem sempre aqui?

Related Posts with Thumbnails